Todo profissional precisa ter atribuições, em uma prefeitura e na área de Tecnologia da Informação – TI não é diferente, ou seja, é necessário definir um instrumento público que possa  atribuir ao corpo técnico da área de TI suas funções de acordo com suas áreas de conhecimento e/ou formação.

Este quesito é solicitado dentro do IEG-M e sua gestão pode receber até 30 “pontos” fazendo isso de forma simples, mas às vezes apenas colocamos as pessoas para trabalharem no setor e esquecemos de fazer o básico.

A Governança de Tecnologia da Informação – TI que é o eixo i-Gov busca com as informações dos questionários levar informação para os gestores, essas questões trazem para discussões pontos importantíssimos referente a gestão moderna e eficiente.

Com uma Governança ativa e efetiva o gestor trabalhar mais “leve” sabe o motivo? Todos sabem o que exatamente fazer! Está evidente as funções de cada um da área de TI dentro da organização, isso traz comprometimento à todos, fazendo com que ninguém deixe de fazer o que tem que fazer, assim não sobrecarregando ninguém do time.

RH como pilar da governança

A Gestão de Recursos Humanos na Governança é um pilar fundamental para que toda a Governança se mantenha em pé, forte e operacional.

Este quesito apresentamos no módulo 2 da capacitação em i-Gov, apresentamos as ferramentas e boas práticas disponíveis no mercado para o gestor aplicar na sua prefeitura.


Sua prefeitura precisa melhorar os Índices de Efetividade da Gestão Municipal?

Cadastra-se e receba a análise gratuita da maturidade da sua Governança de TI, perante ao IEG-M do Tribunal de Contas do Estado

Compartilhe Conteúdos Atualizados